Confusão mental, tristesa, insatisfação...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Confusão mental, tristesa, insatisfação...

Mensagem  eumesma em Sex Ago 12, 2011 11:36 pm

Oi pessoal
Estou aqui para pedir uma ajuda, ou mesmo desabafar...
Primeiramente, tenho 30 anos e sou uma pessoa que já sofreu muito, por vários motivos. Estudei muito, trabalhei em várias áreas, mas hoje, trabalho em algo que não tem nada a ver comigo, e sou frustrada com isso. Além do mais, namoro a 5 anos, estamos fazendo planos para o futuro e tudo mais. Sou feliz com meu namorado, cuido muito dele e me preocupo também, amo ele demais, tenho certeza disso. Mas, as vezes, tenho vontade de sumir, largar tudo, e viajar pelo mundo, conhecer pessoas novas, fazer coisas novas, me aventurar. É uma vontade muito forte, mas sei que a vida não é uma simples aventura, e sei o que posso perder se fizer isso, então, deixo apenas para os sonhos. Só que isso me deixa pra baixo. Outra coisa que me aflige, estou preocupada com minha vida sexual. Ultimamente não sinto vontade de ter relação, e quando tenho, não me sinto a vontade na maioria das vezes, isso é muito estranho, porque sei que o problema não é com meu namorado.
O mais estranho de toda a minha historia, é que, apesar de amar demais meu namorado, eu me apaixonei por um cara impossível. É até engraçado, porque realmente é impossível, ele é um ator, famosíssimo. Podem rir, parece idiotice, mas juro, sofro com isso. Porque sei que não é paixão de fã, pois tenho vários ídolos. É paixão de homem/mulher mesmo. Essa paixão tá me deixando meio doida ultimamente, só penso nele, sonho com ele, e chega a doer no peito. Estranhíssimo. Acho que vou me internar, porque minha vida não tem mais jeito. A frase "Seria ilário se não fosse trágico" é perfeita pra descrever minha situação. Sad
SOCORROOOOOO

eumesma

Mensagens : 2
Data de inscrição : 12/08/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Confusão mental, tristesa, insatisfação...

Mensagem  Risla em Ter Out 18, 2011 5:21 am

Olá,

Bom, a frase que você postou "Seria hilário se não fosse trágico", é de fato bastante conveniente pra sua situação, contudo o que tenho pra te falar é que a situação é bem mais trágica do que hilária e por isso você precisa tomar determinadas atitudes. Desculpe a ousadia, mas não pude deixar de notar a o quanto você está sendo contraditória, isso porque no seu texto você afirma está feliz com seu namorado e logo em seguida revela uma série de situações que definitivamente não permitem que um ser humano esteja feliz, então cheguei à conclusão de que você está um pouco desesperada, mas, contudo não quer dar o "braço a torcer"... Enfim, é comum que as pessoas passem por situações como a sua, o peculiar no seu caso é que há muita coisa acontecendo de uma só vez, o mais sensato a fazer, é ir por partes e ir solucionando seus problemas aos poucos, um de cada vez, para não se desesperar completamente, é preciso ter em mente que o desespero apenas atrapalha a busca por soluções. Quanto ao seu trabalho, você realmente tem motivos para sentir-se frustrada, afinal não é fácil estudar tanto e estar em um emprego indesejado, mas você é jovem e pode tentar mudar essa situação, é preciso correr atrás de oportunidades de emprego que se encaixem no seu perfil. Quanto ao seu namorado, acredito que você gosta dele, cuida, se preocupa e que estão fazendo muitos planos juntos, é o natural para um casal que já namora há cinco anos, porém repense um pouco o seu amor e veja o que precisa ser mudado, afinal não é normal que você não deseje ter relação sexual, a não ser que a relação esteja lhe causando dor, o que já é um caso especial, pois como sabemos esse desejo faz parte de qualquer relação saudável... Será que você não está um pouco complexada com algo? Se for, você tem que entender que tratasse do seu namorado, que está com você a um bom tempo e que, portanto te conhece e te aceita a ponto de fazer planos futuros com você.
Agora deve tentar observar se o problema não vem dele, porque você disse que o problema é com você, mais der repente você não ta tendo atração por ele, o que justificaria a perca de “apetite sexual” e até mesmo a sua repentina e profunda paixão pelo tal homem famoso.
A propósito essa questão de paixão é bem complexa, mas também bastante relativa. Você precisa ser sincera o máximo possível para tentar descobrir se esse sentimento tão inconveniente não é na verdade mera obsessão, se algo justifica essa paixão, se esse artista deu motivos (a seduziu), enfim, há algum motivo real pra essa paixão, algo concreto, ou será mero refugio que você criou sem perceber e acabou arranjando mais complicação?
Bom, como já disse é muita coisa, mas vá por partes e irá resolvê-las, é só uma questão de tempo e atitude! Você ainda há de achar essa situação apenas hilária em um dia futuro, quando tudo se resolver.
Boa sorte”

Risla

Mensagens : 1
Data de inscrição : 18/10/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum